Coronavrus: apenas 19,3% dos municpios aderem ao Minas Consciente – Gerais


(foto: Rede Minas/Reprodu
(foto: Rede Minas/Reproduo)

 

O chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Sade, Joo Pinho, informou que 165 municpios aderiram ao Minas Consciente, programa de reabertura das atividades econmicas, o que corresponde a 19,3% do total de 853 municpios mineiros. Os protocolos, portanto, abragem populao de 4 milhes de habitantes.

 

A informao foi repassada em entrevista coletiva remota, nesta tera (30), que no contou com a presena do secretrio de Estado de Sade, Carlos Eduardo Amaral, que estava em Juiz de Fora, acompanhando a visita do ministro de cincia, tecnologia, inovao e comunicao, Marcos Pontes, Zona da Mata. 

 

De acordo com ele, 137 municpios mineiros esto na onda verde, considerada a mais restritiva com a permisso de abertura apenas de servios essenciais.  Outros 28 esto na onda branca, a subsequente na flexibilizao. Alm da verde e branca, ainda existem protocolos para as ondas amarela e vermelha, mas nenhum municpio mineiro est nessas fases. 

 

Outros 100 municpios, segundo Pinho, adotaram regras mais restritivas do que as propostas pelo Minas Consciente. No h obrigatoriedade para adeso ao programa. Segundo Pinho, um total de 260 municpios seguem protocolos sanitrios para a reabetura do comrcio.

 

Ele afirmou que o governo avalia de forma positiva o programa Minas Consciente, apesar de adeso no chegar a 20% dos municpios mineiros. Pinho afirmou que um indicador de que o progama est na direo certa o melhor enfrentamento COVID-19 de municpios aderentes em comparao aos que no se filiaram ao Minas Consciente. 

 

O chefe de gabinete reforou a importncia das medidas de distanciamento social, mas disse que tambm necessrio fazer uma discusso sobre a retomada econmica. ” natural o debate entre o lado econmico e lado de sade pblica”, disse. Ele acredita que natural que o percentual de isolamento social tenda a diminuir com o tempo e, por isso, a SES refora os pedidos para que todos que puderem fiquem em casa.

 



Fonte Notícia -> :Fonte Notícia